Ano 5 Ben

Então fomos à osteopata

Como contei no post sobre o dente mole, a dentista recomendou que fôssemos a um osteopata para avaliar um possível desalinhamento postural que possa estar influenciando no amolecimento/nascimento dos dentes do Ben.

No mesmo dia que eu publiquei aquele post, uma amiga que adora comentar o blog por whatsapp (adoro!) me recomendou a osteopata da filha dela. Uma profissional com experiência em crianças. Como a filha dela tem quase a mesma idade do Ben, não hesitei muito e marquei.

Realmente valeu a indicação, a osteopata sabe mesmo lidar com crianças. Conversou muito com a gente, e especialmente com o Ben durante toda a consulta.

Feitas as avaliações, chegamos a duas constatações: 1. existe sim um desalinhamento postural que faz o ombro esquerdo ficar mais alto que o direito; e 2. o Ben tem uma perna alguns milímetros menor que a outra.

A perna esquerda é menor, mas o ombro esquerdo é pra cima!

É que essas duas coisa não tem nada a ver uma com a outra. O que puxa o ombro é um desalinhamento nos ossos do rosto. Já a perna menor é tão pouquinho que é quase imperceptível.

Ela explicou que pode ser que ele precise de palmilha para corrigir a diferença entre as pernas, mas ainda está muito cedo para falar, ele é novo e a questão é relativamente simples de resolver.

Um fato curioso foi que durante a consulta ela foi fazendo muitas perguntas: ele teve refluxo? não; chupou chupeta? não; dedo? não; mamadeira? não. Pela investigação prévia, ela não conseguiu afirmar o que possa ter causado esse desalinhamento no rosto, mas não descartou o fato de ele ter nascido de cesárea!!

Bom, um incidente totalmente inofensivo, que foi a batida de boca do Ben na cabeça do primo, nos levou a descobrir precocemente essa questão postural, que poderia no futuro causar alguns incômodos no crescimento dele! Tanto a perna quanto o ombro, é possível resolver com algumas sessões de osteopatia. E aí vamos nós!

 

 

Espalhe por aí:
Facebook Twitter Email

Comentários do Facebook (ou se preferir, deixe seu comentário ali embaixo)

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *