Ano 2 Ben

Das coisas que não quero esquecer aos #21meses

  • Do teu jeito fofo de falar queijo (jeijo), dançar (sá), Ben (Men), uva (ufa), desenhar (nhenhenhá), laranja (nhancha), bolo (bolho), iogurte (guti) e pinguim (Quinguim)
  • De como tuas mãos continuam pequenininhas
  • De quando a gente tem que cantar todo o repertório de músicas do Boi de Mamão, todos os dias, diversas vezes por dia. E de como temos que colocar outros bichos na letra da música.
  • Que tu chamas os adultos de titio e tia, mas as crianças são todas “migo”
  • De quando papai e eu estamos nos abraçando, e tu vens correndo e abraças nossas pernas.
  • De como tu fazes questão de que todos participem (da comida, da brincadeira, da escovação de dentes, da leitura do livro…): uma vez a mamãe, outra o papai, e então o MEN…
  • De como tu vens correndo pela porta da escola quando a profe anuncia que a mamãe chegou. E de como tu falas “Qué mamá” sorrindo, a caminho do carro.
  • Do dia em que tu fizeste questão de levar o Paco para passear. Tua relação com ele é linda!
  • Da tua cara de felicidade quando chega o Papai.
  • Da tua mania de levar objetos esdrúxulos a tira-colo na hora de mamar pra dormir: escova de dentes, um livro enorme, um martelinho de madeira…
  • Da tua mania de escolher a dedo o talher na hora das refeições, e de querer comer em potinhos diferenciados…
    Pote de pipoca
    Pote de pipoca
    Colher de pau
    Colher de pau

    Potinho de empilhar
    Potinho de empilhar

Das coisas que aconteceram nesse último mês:

– Pular com os dois pés direitinho
– Alcançar o interruptor de luz do quarto
– Subir escadas com desenvoltura, mas ainda precisas de ajuda na descida
– Fingir que está fazendo xixi na privada (e ignoras solenemente o penico que mamãe comprou)
– Buuu virou Faca (vaca), Tóla (história) virou Vivo (livro), Potó virou Ainho (Cavalinho), Qué virou Quélo (quero).

 

 

Espalhe por aí:
Facebook Twitter Email

Comentários do Facebook (ou se preferir, deixe seu comentário ali embaixo)

Comentários

5 thoughts on “Das coisas que não quero esquecer aos #21meses”

  1. Ah… que lindo! Adoro as fofurices do Ben!
    Aquele lance de carregar objetos por todo lado acontece o tempo todo por aqui.
    Nas escadas Mateus já tá craque há tempos pq moro no 5º andar de escadas (assim ele aprendeu a contar tb!). O linguajar deu um salto nos últimos 2 meses, mas nada comparado a toda esta desenvoltura do Ben!
    Já estou pensando em providenciar o penico, mas só tô esperando o verão se aproximar!

  2. O Ben é um fofo… Rindo com ele comendo com a colher de pau… Isso é que é personalidade! Rsrs
    Deni (me fazendo a íntima, rs), achas que a escolinha contribui de alguma forma no vocabulário do Ben? Aqui, a gente já se conformou com a pouca fala… Acho que é da personalidade do filhote, pq o que não falta é estímulo! Beijo.

    1. Oi Patrícia, desculpa demorar taaanto a responder! Eu acho que a escolinha contribui pra ampliar o repertório dele de vocabulário, mas percebo que em casa ele usa um dialeto comigo e outro com o pai, então provavelmente deve ter coisas que ele faz na escola que nós nem imaginamos!
      A escola também contribui de forma nào tão positiva: esses dias ele olhou pra TV e perguntou “cadê patati patatá?”Ainda bem que foi com o pai, e ele explicou claramente que o patati fica na escola e que em casa tem outras brincadeiras.
      Resumindo, tem prós e contras rs
      Beijos

      1. Ai, meu pai amado! O duro é isso! Passei por uma situação difícil domingo passado. Ele ganhou alguns presentes dos tios de “dia das crianças”. Um sobrinho mais novo ganhou um boneco da galinha (aquela!) e o meu menino pirou ” a ga, a ga… Cocó, cocó…) nunca quis que ele tivesse nada desses personagens. Sem preconceito, apenas não gosto. Mas não teve jeito. A tia saiu correndo comprar uma galinha pra ele. O inscrevi na escolinha do município, ano que vem é certo que ele vá. To tentando o desmame noturno, mas ta tão, tão difícil…

Deixe uma resposta para Gabriela Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *