Ano 2 Ben

Das coisas que eu não quero esquecer

De quando a gente está lendo o último livrinho antes de dormir, tu fechas o livro e diz “tiu” (fim)

De quando, a seguir, eu digo “vamos dormir”, e tu abres um sorriso, vens deitar ao meu lado na cama, fala “Táu Papaaaai” e mandas um beijo.

De quando tu encontras o chapéu de festa junina, colocas na cabeça e continuas a brincar.

De quando te falei que íamos passear de bicicleta, entrei em casa para me arrumar, e quando saí tu já estavas sentado na cadeirinha na garupa da bicicleta! Perigo!

De quando, em pleno desmame noturno, em meio a um chororô, tu apontaste letras no LOVE no meu pijama e falaste “A I O E”!!

De quando estamos falando em números e tu contas com os dedinhos “quaco”.

De quando a gente acorda e tu falas “ia!”, que logo evoluiu para “dia!”

De quando o Paco comeu a banana na tua mão. E essa nem tu esqueces, vives relembando que “Paco, anana !; “Paco, anana !”; “Paco, anana !!”

De quando a gente passa em uma rua esburacada e tu gritas “au, ai, ai, au”.

Que tu chamas o cavalo e outros quadrúpedes da família (incluindo a girafa e a zebra) de ptal (pocotó), a vaca de buuu, a onça de raaaaw e o jacaré de alé, com a língua pra fora. Sei que logo vais aprender a falar o nome certo, não quero me esquecer!

Do pessoal do banho

O pessoal do banho

E vou te lembrar pra sempre de como tu gostas de frutas desde pequenininho!

Ben comendo maçã

Espalhe por aí:
Facebook Twitter Email

Comentários do Facebook (ou se preferir, deixe seu comentário ali embaixo)

Comentários

8 thoughts on “Das coisas que eu não quero esquecer”

  1. Muito lindo o post!!! Ao mesmo tempo que queremos vê-los crescidos e desenvolvidos, também não queremos que eles deixem de ser os nossos bebezinhos… As vezes me pego chamando o Mateus de neném, acho que o meu subconsciente não quer que ele cresça… (buááááá…)
    Bjos pra vcs!!!

    1. Buáááá eu tb não quero que ele cresça!! Passa muito rápido, às vezes quando eu termino de escrever um post, ou votlo pra responder os comentários, ele já tá fazendo diferente! Alguém para o tempo ahahah!
      Beijos

  2. Oinnnn é muita fofura!
    De, preciso fazer um curso contigo para aprender a desvendar o dialeto bebezistico. Apanho pra entender o que o Ian fala, logo eu, a mãe! Rsrsrs. As vezes as tias da escolinha traduzem pra mim.
    Aqui tb rola bastante ptau e pteu, mas geralmente é para apertar botões (Ian aprendeu a empurrar a cadeira até um interruptor e acentar e apagar a luz). Ah, e o pai tb é papati.
    Que fase gostosa, né?!
    Bjoks

    1. Fase deliciosa! Devo confessar que às vezes eu também não sei muito bem o que ele tá falando. Muitas vezes o pai traduz, ou depois de umas semanas nós descobrimos o que é!
      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *