Ano 2 Ben

Desmame noturno – parte 2

Eis que nem demorou tanto e nem foi tão difícil quanto eu pensei: o Ben está oficialmente dormindo das 20h à 6h! Todas comemora!!!

É claro que na noite seguinte à do último post (quando dei essa notícia em primeira mão), ele acordou diversas vezes, mamou no meio da madrugada, tivemos uma noite daquelas, e eu achei que não devia já ter cantado vitória antes do fim do jogo.

Só que o tempo mostrou que aquela noite é que foi exceção, e não o contrário. Na maioria das noites ele tem ido das 20h (mais ou menos) até às 6h (mais ou menos também).

O método que utilizamos foi o que contei no primeiro post sobre o assunto: não dar de mamar entre 0h e 6h. E se ele acordar nesse meio-tempo, ganha abraço, carinho, água, cantiga de ninar, mas não ganha peito. Tivemos umas noites muito difíceis, muito chororô e bam: um molar no meio do caminho!

Um não. Logo dois.

Nasceram dois molares no meio do desmame noturno, e eu achei que tudo iria por água abaixo. Mas nem tanto! Tirando duas ou três noites que voltamos para o mamá em livre demanda à noite, logo restabelecemos a regra das 0h às 6h e o Ben se comportou lindamente! Ele já tinha entendido que à noite não tem mamá, e foi muito bom termos voltado atrás durante o período em que os dentes estavam nascendo. Ele realmente estava precisando.

Acho que o grande aprendizado de todo o processo de desmame noturno foi esse: sem radicalismos, sem pressão. Se precisar voltar um estágio, voltamos, sempre respeitando os limites de todos os envolvidos.

Demorou mais uns dias até que eu pudesse considerar como uma noite inteira dormindo. Acho que meu organismo ainda não tinha entendido que dava pra desligar até às 6h da manhã. Agora ele já desliga mesmo, tanto que quem ouve o pequeno chamar de manhã cedinho é sempre o papai.

E como a regra foi das 0h às 6h, e ele entendeu muito bem essa parte, às 6h de la matina ele vem pra nossa cama. E aqui MA-MA. Às vezes ele mama um pouquinho e dorme. Outras vezes fica mamando atééé que a gente acorde.

Mas eu não ligo. Pra quem já passou a noite inteira plugado, ficar só 1h já está de bom tamanho!

Importante contar que o desmame noturno começou na nossa cama mesmo, sem mudanças bruscas. Ele sempre começou a noite dormindo na cama dele, mas na hora de irmos para a nossa, ele vinha dormindo mesmo e dormia entre a gente. Depois de um tempo, experimentamos deixá-lo na caminha dele durante a noite também, e foi aí que vimos que tinha funcionado: ele acordou só às seis. Nesse meio-tempo, tivemos também a chegada do inverno, e ele veio pro nosso quarto (que tem ar condicionado), uns dias na cama, uns dias no colchão dele no chão.  E funcionou sem estresse.

É impressionante a capacidade de compreensão que eles têm com essa idade. Quando a gente menos espera, eles mostram que já estão sacando tudinho!!

Nessa história toda, restaram apenas 3 mamadas durante o dia: essa às 6h, outra quando chegamos da escola, e a última antes de dormir.

Espalhe por aí:
Facebook Twitter Email

Comentários do Facebook (ou se preferir, deixe seu comentário ali embaixo)

Comentários

9 thoughts on “Desmame noturno – parte 2”

  1. Parabéns De! Mais uma etapa concluída, isto só faz ver o quanto eles estão crescendo e deixando de ser bebês (snif!). Queria muito que o Mateus dormisse na caminha dele, mas o pai não quer deixar… Muito estresse com os dentes por aqui tb, acho que tem uns 4 saindo ao mesmo tempo!
    Bjos pra vcs!!!

    1. Aff 4 dentes ao mesmo tempo nenhum bebezinho (siiim bebezinho sempreee) merece!
      São os caninos? Tenho medo de quando eles chegarem…
      Beijos

  2. Que legal que conseguiram desmamar o pequeno à noite. Aqui os dentes também atrapalharam e acho que foi um dos fatores que adiaram tanto o desmame noturno por aqui. Dar um passo pra trás as vezes dá medo, mas é bem isso, quando eles precisam acho que a gente tem que ceder mesmo. Quando o Bernardo fica doente não tem jeito, acaba mamando. Parabéns e que as noites de sono de todos vocês sejam cada vez mais longas e tranqüilas! 🙂

    1. Anamaria, temos dado muitas voltas atrás, mas com a consciência tranquila. Quando voltamos ao desmame, ele reage cada vez melhor!
      Beijos pra vc e pro Bernardo 😉

  3. Que maravilha, De! O quanto eles pescam das coisas nos impressiona mesmo, mas tem muito da sua convicção e da sua tranquilidade nessa história (de sucesso)! Eu fico muito feliz por todas as mãe que dormem da 20h às 6h!
    Beijos

    1. Nossa, é libertador saber que ele vai acordar só às 6h! É claro que às vezes acorda antes, e tudo bem, a gente tem que ir ajustando isso aos poucos. Beijos

  4. Oi Denise! Meu bebê tem a idade do Ben (13.12.2012). Aqui eu vinha pensando em drsmame noturno desde que o Ian fez 1 aninho, mas sempre tinha alguma coisa que me travava. Ora eram os dentes (os molares do Ian rasgaram a partir dos 11 meses), ora crise da APLV). Daí que finalmente os dentes pararam de doer, a alergia estava contida e eu descobri teu blog bem na semana do post sobre o desmame noturno. Resolvi encarar. E não é que deu certo! A diferença é que aqui o Ian ainda dorme conosco. E as vezes eu percebo que ele até acorda no meio da noite, mas passa a mãozinha na gente e dorme novamente. Sinto que não estamos prontos, mas tudo bem, cada passo ao tempo de cada família.
    Que bom que o desmane de vcs deu certo tb! E que bom que eu te descobri, foi a inspiração que eu precisava! Obrigada!

    Bjoks e ótimas noites de sono para nós!

    Ah, ver as fotos de vcs me fe desconfiar de que já nos encontramos pessoalmente num bazar coisas de mãe. Foi em maio do ano passado e teve roda de dança com os bbs nos slings. Era vc e Ben?

    1. Nossa, fiquei feliz de saber que consegui inspirar alguém a dar esse passo também! Sabe, antes de começar eu tive um pouco de medo, principalmente de como ele reagiria, mas ele mostrou que estava muito mais pronto do que eu imaginava! O Ben começa as noites na caminha dele e ultimamente vem andando pro nosso quarto (coisa mais fofa!!). Mas nesses dias de frio, com ar só no nosso quarto, tem passado a noite toda com a gente. Só que por outro lado, sinto que ele pede pra mamar 🙁

      E olha, acho que nos conhecemos sim! Tu estavas com um sling escuro? Lembro do Ian no wrap, a gente até conversou sobre o pouch, né?
      Que legal que tu encontrou o blog!
      Beijos

Deixe uma resposta para Anamaria Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *