E toma-lhe salto!
5º mês Ano 1

E toma-lhe salto!

Eis que a dois dias de completar seis meses, o Ben sentou!

E eu fiquei tão mas tão mas tão feliz com a novidade que mandei mensagens pros quatro avós, pra dinda, liguei pro papai, postei no instagram, no twitter, no facebook, no facebook do blog, num dos grupos do facebook… e se tivesse espaço disponível no outdoor que tem a caminho aqui de casa, talvez eu também tivesse divulgado lá!

É muita alegria, minha gente!

É que não se trata apenas de sentar. Se trata de um bebê que normalmente via o teto, e agora olha as coisas de frente; de um bebê que precisava de apoio pra sentar no chão e brincar, e que agora senta e brinca sozinho; de um bebê que raramente ficava no chão quando em casa, e que agora ganhou o mundo em forma de tapete cheio de brinquedos.

É muita transformação, não é mesmo?

Pois. Toda transformação, em se tratando de pessoinhas de menos de um metro de altura, tem um preço. E esse preço, minha gente, é cobrado em forma de sono.

A rotina de sono do Ben foi pro espaço. Quero ela de volta!

Ben sentou no sábado, mas esse salto já vinha se anunciando havia alguns dias. Na quinta-feira chegamos em casa no fim do dia, e eu fiz a rotininha de banho-peito pois ele estava nitidamente com sono. Só que ele dorme no carro no caminho pra casa, e isso bagunça todo o sono da noite. Eis que lá pelas 19h dei banho nele (pela primeira vez sentado na banheira, com minha ajuda, batendo na água e me encharcando inteira, coisa mais fofa) e coloquei no peito para mamar. Comecei no sofá, ele mamava, parava, olhava ao redor, mamava… fomos para a poltrona de balanço, mesma coisa. Até que resolvi deitar na nossa cama e colocá-lo para mamar ali. E dormi.

Eram mais de 21h, eu estava desde às 19h tentando fazer meu filho dormir! Capotei de cansaço!

Queridíssimo fez um jantar maravilhoso e veio me chamar para comer. Eu simplesmente não conseguia me mexer. E ele trouxe o prato e me deu na boca, eu comia de olhos fechados e dormia entre uma colherada e outra (posso amar mais??).

Praticamente só acordei no dia seguinte (fora as mamadas noturnas do Ben), e já acordei pronta: calça jeans, camisa, sutiã, cinto, brincos… Sim, dormi com a roupa do corpo, sim, sem tomar banho e sim, sem nem escovar os dentes! (espero que o Ben não use esse post contra mim no futuro)

O retrato de uma mãe exausta.

Na sexta-feira tivemos consulta com a pediatra e ela sugeriu atrasarmos a rotina de banho-cama do Ben, pois provavelmente ele está com saudades da gente, e tenta adiar o sono para aproveitar nosso tempo juntos. Faz sentido, né? Mas agora eu acho que o grande culpado pode ser também o temido salto dos seis meses.

– 26 semanas (6 meses): Já na 23ª semana o bebê parece se tornar mais ‘difícil’. Ele busca maior contato corporal durante as brincadeiras. O bebê já consegue coordenar os movimentos dos braços e pernas com o resto do corpo. Senta sem apoio e põe objetos na boca. Nessa idade ele começa a entender que as coisas podem ficar dentro, fora, em cima, embaixo, atrás, na frente, e usa isso em suas brincadeiras. Ele passa a entender que quando a mamãe anda, ela vai se afastar e isso o assusta, então reclama quando a mãe sai de perto. Depois desse salto o bebê vai ficar interessado em explorar a casa, armários, gavetas, achar etiquetas, levantar tapetes para olhar o que tem embaixo. Ele se vira para prestar atenção nas vozes, consegue imitar alguns sons, rola bem em ambas direções e começa a se apoiar em algo para ficar de pé. Adquire maturidade para receber alimentos sólidos. Essa fase pode durar cerca de 4-5 semanas.
Fases de crescimento e desenvolvimento que modificam o sono do bebê e da criança– Guia do Bebê

Ah, e pra ajudar ainda mais a bagunçar o sono do pequeno, sábado também experimentamos dar algumas colheradas de maçã para ele. Ele comeu tranquilamente. Não posso dizer exatamente que AMOU a fruta, mas aceitou as colheradas com curiosidade e fez aquele movimento parecido com mastigação e engoliu. Depois de umas 6, 7 colheradas, travou a boca e não deixou passar mais nada! Estamos nessa, introduzindo a alimentação complementar sem pressa nem pressão, respeitando o tempinho dele.

Salto dos seis meses, introdução alimentar… o que mais vem pela frente, dentes?

Muito medo do que nos aguarda!

944734_576052842439412_1133626363_n
Sentadinho… e toda uma nova perspectiva pra ser explorada!
Espalhe por aí:
Facebook Twitter Email

Comentários do Facebook (ou se preferir, deixe seu comentário ali embaixo)

Comentários

12 thoughts on “E toma-lhe salto!”

  1. Ounnn que fofuraaa!
    amei os meios de divulgação haha
    acho que ficamos assim, extasiadas mesmo!
    pq qdo senti o primeiro chute dos meninos mandei msg pra todo mundo e divulguei tb kkkkkkkk
    e chorei de felicidade obviamente hauishiahsihiausas

    mas q dó desse teu cansaço neh De, pecadinho..
    tomara q se ele nao voltar a rotina, q ele crie uma q seja bom pra todos!

    boa sorte nessa nova fase!

    tu falou do banho e lembrei da redinha de banheira, ja ouviu falar?
    eu particularmente gosto demais dela!
    dei uma de presente pra minha prima qdo ela tinha a idade do ben mais ou menos, acho q mais nova ate, e ela se adptou mto bem, eles ficam super seguros e curtem mais ainda o banho.
    ja comprei pros meninos tb, ate pra nao rolar aquele medo de dar banho em recem nascido! espero q funcione tao bem qto funcionou pra minha prima!!

    beijoooossss

    1. Oi Ju,
      nós também usamos essa redinha. Quando ele era recém-nascido não funcionou muito bem, preferia segurá-lo com o braço. Mas aí o tempo passou, ele ficou pesado demais e passei a usar a rede. É ótima mesmo! Mas agora o senhor sentador não precisa mais dela hehehe
      Beijos

    2. me intrometendo rsrs, a redinha é maravilhosa mesmo, sempre tive medo de dar banho sozinha no bebe e nunca dei.. O maridao segurava e eu banhava, pais bobos ate os dois meses, compramos outra banheira em que a redinha encaixasse e a vida se tornou perfeita, nao vejo a hora dele sentar sozinho e dar banho na pia.. rsrs

      Esses saltos sao encantadores e assustadores, os dentinhos do dudu nasceram aos quatro meses e eu sofri junto, hoje com cinco, senta com apoio, a introduçao alimentar ja começou e tenta engatinhar.. a fisioterapeuta disse esse menino vai dar trabalho!! rsrs
      Seu bebe é lindo!!!! E essa fase vai passar, pra vim outra fase é claro!! rsrs

    1. Eu também não tinha noção de como era significativo sentar. Até ontem!!
      A pediatra é bem querida, mesmo, apesar de algumas vezes eu não concordar com o que ela fala! Ahahah..
      Beijos

  2. Ah… o bendito salto! Já tô sentindo seus efeitos aqui em casa tb! Este é o segundo salto mais temido por mim ( o 1º é o dos 8 meses e meio, mas esse fica pra uma futura conversa), o problema dele é que é bem longo, dura 1 mês praticamente! Tb estou ficando mega cansada, e olha que ainda não voltei a trabalhar, volto na semana que vem (snif…). Como trabalho somente de manhã, porém acordo muito cedo, estava programando uma soneca à tarde com o Mateus, assim como já fazemos todos os dias. Agora fiquei preocupada dele não querer dormir pra compensar esta ausência…
    Parabéns pela nova independência do Ben! Não vejo a hora do Mateus sentar sozinho tb, tá quase! O pediatra testou ele e disse que falta muito pouco! Quanto os dentes nem sinal, acho que não vai nascer agora, o primo dele saiu o 1º recentemente com 10 meses!!!
    Nada como um marido que colabora! O meu tb cozinha e faz essa fofura de por a comida no prato pra mim quando desabo! Hoje ele que fez a papinha do Mateus, ficou todo metido vendo nosso menino comer!!!
    Boa semana pra vcs!
    Bjos!!!

    1. O Ben sentou de uma hora pra outra, de manhã cedinho ele não ficava, e de repente no final da manhã estava sentado! QUando tu menos esperares o Mateus vai estar sentadinho!!
      Eu também temo a crise dos 8 meses e meio. Mas estou provocando uma revolução na minha vida, e acho que vai ser mais fácil enfrentá-la. Depois volto para contar tudo!
      AI ai, boa sorte na volta ao trabalho semana que vem. Quem me dera trabalhar só meio período, vai ser mais fácil pra ti, pode ter certeza! E qualquer coisa, se precisar de alguma ajuda, uma palavra de apoio, ou um abraco virtual, me chama!
      Beijos

  3. Dê, esse link aí do Guia do Bebê é a sua base para acompanhar esses saltos? Meu menino vai nascer em algumas semanas e eu gostei muito de ler seus posts sobre picos de desenvolvimento. vou salvar a sua fonte, viu? Se vc tá usando, confio nelas 🙂

    Beijos e parabéns por mais uma conquista do Ben!
    Dayse

    1. Oi Dayse, esse é o melhor link que achei sobre o tema até o momento. Eu não uso exatamente como um guia, que é pra não ficar vendo “pelo em ovo”, ou ficar achando que ele está o tempo todo com o sintoma de algum salto. Mas invariavelmente, quando ele está esquisitinho, corro pra esse texto e confirmo que ele está passando por alguma dessas crises!
      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *