Seis razões para esperar 6 meses para introduzir sólidos
5º mês Ano 1 Ben

Seis razões para esperar 6 meses para introduzir sólidos

Uma resposta pra todo mundo que fica me perguntando por quê ainda não dei uma frutinha/um leitinho/uma sopinha/um suquinho/uma picanha para o meu pimpolho.

Resumindo: ele não está pronto. E eu percebo isso. Mas a cada dia vem demonstrando mais interesse nas nossas comidas.

1. O intestino do bebe precisa estar desenvolvido

Os intestinos são a parte do corpo que filtra, peneirando as substâncias potencialmente perigosas e permitindo os nutrientes saudaveis. Nos primeiros meses, esse sistema de filtracao é imaturo. Entre 4-6 meses o revestimento interno do intestino do bebê passa por um processo de desenvolvimento chamado fechamento, onde o revestimento se torna mais seletivo sobre o que pode ou não passar. Para prevenir que comidas potencialmente alergênicas entrem na corrente sanguinea, os intestinos maturando secretam IgA , uma proteína imunoglobulina que age como uma proteção, recobrindo os intestinos e prevenindo a passagem de alérgenos perigosos. Nos primeiros meses, a produção de IgA é baixo (embora haja muito IgA no leite materno), e é mais fácil assim para que potenciais alergenos entrem no organismo do bebê. Uma vez que moléculas de comidas entram no sangue, o sistema imune pode produzir anticorpos contra aquela comida, produzindo uma alergia ao alimento. Por volta de 6-7 meses de idade, os intestinos do bebê estao maduros e capazes de filtrar os alergenos mais ofensivos. Por isso que é tão importante esperar a introducao de alimentos sólidos particularmente se existe uma historia de alergia alimentar na familia do bebê, o que demonstra uma tendência do bebê desenvolver alergias também, e prestar muita atenção quando oferecer os alimentos aos quais outros membros da familia sao alérgicos.

2. Bebês jovens tem reflexo de propulsão da língua

Nos primeiros 4 meses, a língua tem um reflexo de propulsão para proteger os bebês contra engasgo.

Quando qualquer substância incomum é colocada na língua, automaticamente empurra para fora e não para dentro. Entre 4-6 meses de idade esse reflexo diminue gradualmente, dando ao primeiro cereal ou fruta uma chance de entrar no estômago e não ser rejeitado pelo reflexo da língua. Não somente essa parte inicial do trato digestivo (língua, boca) não está pronta para sólidos, como também a parte final (estômago e intestinos) tambem não estão “prontos”.

3. O mecanismo de engolir do bebê é imaturo

Outra razão para não ter pressa na introdução de alimentos sólidos é que a língua e o mecanismo de engolir podem não estar prontos para funcionar juntos.

Dê uma colher de papinha a um bebê com menos de 4 meses, e ele vai mover essa comida ao acaso em sua boca, empurrando um pouco da papinha de volta a faringe onde é engolida, um pouco vai para espaços grandes entre as bochechas e gengivas, um pouco vai pra frente entre lábios e fora para o queixo. Ou seja, o bebê não tem um bom controle da mastigação e a direção para engolir, o que vai ser desenvolvido entre 4-5 meses de idade. Nessa fase o bebê desenvolve a habilidade de mover a comida do começo da boca para o fundo ao invés de deixar a comida flutuar em todo lugar e cuspir boa parte disso. Antes dos 4 meses de idade, o mecanismos de engolir do bebe é feito para trabalhar com sugar, mas não mastigar.

4. Bebês precisam ser capazes de sentar

Nos primeiros meses, os bebês associam comida com carinho. Alimentar-se é uma interação intima, e bebês frequentemente associam o ritual de comer com pegar no sono nos braços ou no peito da mae. A mudança de um peito suave e morno para uma colher fria e dura, pode não ser benvinda com uma boca aberta. Dar papinhas ao bebe é uma maneira mais mecânica e menos íntima de “entregar” comida. Requere que o bebê se sente num cadeirão de comer, uma habilidade que a maioria dos bebês desenvolvem por volta de 5-7 meses. Segurar um bebê na posição tradicional de mamar nao é a melhor maneira de introduzir papinhas, porque seu bebê vai achar que vai ser amamentado (ou tomar mamadeira) e vai achar que algo esta errado e vai provavelmente rejeitar a comida.

5. Bebês novos não são capazes de mastigar

Dentes raramente aparecem antes de 6-7 meses, outra evidência forte de que os bebês muito novinhos são designados para sugar e não mastigar. Nos estágios pré-dentes, entre 4-6 meses, bebês tendem a babar, e a saliva que ele baba é rica em enzimas, que ajudarão a digerir as comidas sólidas que virão em breve.

6. Bebês com mais de 6 meses gostam de imitar pais ou quem cuida deles:

Por volta dos 6 meses de idade, bebês gostam de imitar o que veem. Eles veem você comer um legume e desfrutar com isso. Eles querem pegar um garfo e fazer o mesmo.

Retirado do Grupo Aleitamento Materno Solidário no Facebook. (site do Grupo)
Traduzido por Andréia Mortesen do artigo do dr. Sears: 6 reasons to delay introducing solid foodhttp://www.askdrsears.com/topics/feeding-infants-toddlers/starting-solids/6-reasons-delay-introducing-solid-food

Espalhe por aí:
Facebook Twitter Email

Comentários do Facebook (ou se preferir, deixe seu comentário ali embaixo)

Comentários

6 thoughts on “Seis razões para esperar 6 meses para introduzir sólidos”

  1. Adorei o post! Mateus faz 6 meses esta semana, diante dos olhares sedentos de quando alguém come perto dele, na semana passada resolvi dar suquinho e banana a ele. O pediatra já tinha liberado, mas estava esperando o tempo certo. Resultado: cuspiu o suco e teve prisão de ventre por causa da banana, evacuou em forma de pedra! Me arrependi… Esta semana ele tem consulta e vou ver o que o médico dele vai dizer… Ele ainda não estava preparado…
    Bjos!

    1. Amanda, o Ben também fica nos olhando com uma carinha muito curiosa (e fofa!). Por enquanto, dou na mão dele e ele leva à boca e encosta os lábios. Só estou deixando ele mais familiarizado com o ato de comer. Mas morro de vontade de dar uma comidinha a ele!
      Ah, e andei lendo que suco não é recomendado até 1 ano. Dá uma pesquisada!
      Beijos

      1. Eu achava que somente suco industrializado não fosse recomendado. Amanhã ele faz 6 meses e vamos recomeçar aos poucos. Volto a trabalhar final do mês (snif…). Valeu pela dica! Bjos

  2. Antes dos quatro meses o pediatra mandou complementar com leite artificial e frutinhas( bebe ganhando pouco peso), ele nao queria mamar no peito, e tbm nao aceitou mamadeira de jeito nenhum, eram dentes nascendo aos quatro meses, foi um horror, ele chorava de fome e sugava so um pouco pq acho que doia, depois que os dentes sairam dei apenas peito a livre demanda ate os 5 meses e ele continuou ganhando pouco peso, senti ( instinto de mãe que era a hora), pesquisei mto e aos cinco meses fiquei menos preocupada de inserir as frutinhas e depois a papinha é apenas um complemento eu nao forço ele, o peito é a livre demanda!!!

    Mas se o meu filhote fosse cheio de dobrinhas e tivesse ganhando pelo menos as 600g por mes eu nunk de jeito nenhum introduziria o complemento ou qlqr outra coisa antes dos 6 meses! Mas nao me sinto culpada, eu tentei !!!

    1. Claro Mãe do Eduardo, cada caso é um caso!
      Em muitas situações, é melhor introduzir uma frutinha do que um leite artificial. Eu cogitei introduzir com 5 meses, mas como consegui levar a amamentação adiante, decidi ir até os seis meses.
      Mas tem casos que o melhor é iniciar com a alimentação complementar, mesmo, né?
      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *