Reflexões

Semeando sorrisos (Ato 2)

Quarta-feira, dia do show do Paul McCartney.

No horário do almoço, já conformada com a previsão de chuva para aquela noite, fui à loja de 1,99 comprar capas de chuva. Éramos 3 pessoas indo juntas, mas como cada capa custava R$1,99, acabei comprando 5. Vai que encontrávamos um amigo por lá?

Chegando lá, no meio do show realmente começou a chover. E as pessoas foram aos poucos vestindo sua capa.

Olhei pra frente e vi que tinha uma menina sem capa. Minutos antes, ela tinha saído de perto da gente, incomodada com a bagunça (queridíssimo e amigo estavam pilhados!) e com a fumaça do cigarro de nosso amigo.

Então falei bem alto:

– Alguém aí está sem capa?

A menina olhou pra mim, meio sem acreditar. Eu tirei uma das capas do bolso e entreguei pra ela.

– Nossa, muito obrigada, obrigada mesmo!

Eu brinquei:

– Obrigada nada, na minha mão é 20 reais!

Todos rimos. E fiquei com o coração feliz no resto do show!

Ps: a outra capa que restou usei para proteger minha cabeça, pois a toca era muito fajuta! Mas só fiz isso depois de muito tempo e ver que ao redor todos já estavam protegidos!

Espalhe por aí:
Facebook Twitter Email

Comentários do Facebook (ou se preferir, deixe seu comentário ali embaixo)

Comentários

0 thoughts on “Semeando sorrisos (Ato 2)”

  1. No outro dia, li o ato 1 e fiquei pensando… uma coisa tão simples pode realmente mudar o momento ou o dia.. ou até a vida de uma pessoa…
    E o mais legal e que podemos começar de coisas pequenas que passam tão despercebidas no dia-a-dia corrido!!
    Parabéns pela iniciativa.. !! se eu conseguir.. vou tentar semear algum sorriso tbm!!
    bj grande

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *