Reflexões

Qual a forma de pagamento?

Uma cena que acompanhei no dia em que fui consultar no plantão da maternidade  e que tem martelado na minha cabeça faz dias:

Estacionou à pressas um carro na entrada da maternidade, e do banco do carona saiu uma jovem grávida. Chamou a atenção que ela muito magra, pernas e braços finos e a barriga parecia uma bola de basquete embaixo da blusa. Por isso, fiquei observando e vi que ela se contorcia de dor.

Coube a mim dar o lugar para que ela se sentasse, mas ela se contorcia e não aguentava ficar parada muito tempo.

O rapaz que a acompanhava foi ao balcão da maternidade e disse que ela estava com muita contração, e precisava de atendimento. Deu-se o diálogo:

Atendente: – Qual o plano de saúde?

Rapaz: [olhou para a jovem]

Jovem: – É particular.

Atendente:  – Qual a forma de pagamento?

Rapaz: – Cartão.

Jovem: [se contorce]

Atendente: Não aceitamos cartão de crédito, senhor.

Jovem: [anda de um lado para o outro e diz] – Depois minha mãe vem aqui e deixa um cheque.

Atendente: – Mas aí temos que esperar a médica terminar a consulta agora e perguntar se ela aceita cheque.

O casal se entreolhou, e saiu porta a fora. Lá fora, observei que a jovem, entre uma contorcida e outra, falava ao celular. Não voltaram mais para dentro da maternidade, e não percebi a hora em que partiram. Fiquei com pena, pois estavam prestes a ter um bebê e foram barrados pelos procedimentos da maternidade. Ao mesmo tempo, fiquei tranquila ao lembrar que estávamos perto do Hospital Universitário e lá não lhes seria negado o atendimento (assim espero!).

Espalhe por aí:
Facebook Twitter Email

Comentários do Facebook (ou se preferir, deixe seu comentário ali embaixo)

Comentários

3 thoughts on “Qual a forma de pagamento?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *